home
historico
diretoria
codigo interno
conselho de classe
noticias
artigos
eventos
contato
notas online
galeria de fotos
editais
editais
 
"Compreender para encaminhar"
 
• Conselho de Classe é o espaço pedagógico de compartilhamento de juízos e avaliativos sobre aprendizagens e de troca de experiências docentes nesse sentido. Constitui-se "institucionalmente" para que professores tenham tempo e espaço de compartilhar suas observações sobre os alunos e decidir com seriedade quanto às futuras estratégias pedagógicas.
 
• Conselho de Classe delibera ações futuras e compartilhadas sobre casos individuais e/ou de grupo. Seu propósito é uma leitura integral e interdisciplinar de aluno por aluno pelo coletivo dos professores em determinados momentos do processo (não ao final de, porque nunca termina) trocando pontos de vista, refletindo sobre concepções pedagógicas e deliberando sobre as estratégias de continuidade da ação educativa.
 
• Para que isso aconteça é necessária a presença de um medidor que assegure o diálogo profícuo entre professores.
 
• Da mesma forma, assegura-se mais atenção a quem mais precisa. É saudável e necessário seguir o princípio de dedicar um tempo maior a alguns alunos e/ou a algumas turmas.
 
• Um princípio precisa ser lembrado todo o tempo: questões atitudinais, fatores emocionais, de saúde e familiares não explicam todas as questões de aprendizagem.
 
• O Conselho de Classe constitui sua história. Os princípios de continuidade, evolução, crescimento também se fazem sentir nesses momentos.
 
• É necessária a constituição do dossiê dos alunos pelos professores, nas salas de aula e na escola. Por mais trabalhoso de tarefas em evolução, para uma visão de conjunto sobre a trajetória de aprendizagem. Não há regras para isso, nem se deve uniformizar o processo (arquivar a mesma tarefa, de todos os alunos em algum momento). Cabe ao professor essa seleção de testes e tarefas que considera importantes para o acompanhamento de etapas evolutivas. Que se façam comentários nessas tarefas para resgatar, futuramente, o significado de seu arquivamento, articulando-as com as observações seguintes.
 
Indicadores para Reflexões
 
• Alto índice de conceitos insatisfatórios em determinadas disciplinas.
• Alunos com conceitos insatisfatórios no(s) bimestre(s).
• Alunos do Projeto de Recuperação Paralela que ainda continuam com conceitos insatisfatórios.
• Alunos faltosos com conceitos satisfatórios x alunos frequentes com conceitos insatisfatórios.
• Como foram praticadas as sugestões para a melhoria do desempenho dos alunos propostas no Conselho anterior?
• E a recuperação contínua? Está ocorrendo? Há registros?
• A avaliação tem caráter diagnóstico? Como está sendo aplicada na sala de aula?
• O que pensam os alunos que participam do Conselho sobre o desempenho da sua sala? Têm propostas?
 
"O Conselho de Classe, ganhará sentido se vier a se configurar como espaço não só possibilitador da análise do desempenho do aluno e, mais do desempenho da própria Escola, de forma conjunta e cooperativa pelos que integram a organização escolar (professores e outros profissionais, alunos e pais), como também de proposição de rumos para a ação, que possa significar, é preciso o arquivamento de um conjunto rompendo-se com as finalidades classificatória e seletiva a quem tem servido."
 
"Para que se efetive com tal sentido, é necessário haver uma intencionalidade comum entre os agentes da organização escolar, representativa de um projeto coletivo, pois na ausência de um projeto comum de trabalho, torna-se uma farsa a existência de um espaço para 'avaliação global' do aluno pelo conjunto dos profissionais".
 
Conselho de Classe
 
O Conselho de Classe é realizado com todos os funcionários da Unidade Escolar e representante dos pais de alunos, representantes de cada sala. Todos analisam o aspecto físico, disciplinar e pedagógico da escola, levantam problemas de maneira geral e propõem soluções. A secretária e os coordenados fornecem dados estatísticos (notas e disciplinas críticas) e todos analisam, viabilizando possibilidades de recuperar alunos com problemas de aprendizagem nas disciplinas críticas de todos os bimestres.

O processo de desenvolvimento da aprendizagem deve ser objeto de rigorosa verificação e análise pelo Conselho de Classe, soberano em suas decisões, obrigatório a cada bimestre letivo, composto por professores, coordenação técnica pedagógica, representante dos alunos, dos pais, do conselho escolar e dos demais agentes educativos.

O conselho de Classe deve avaliar o processo de desenvolvimento da aprendizagem de todos os alunos de cada turma, separadamente e individualmente, tomando as medidas que se fizerem necessárias para o seu aprimoramento e para a recuperação imediata daqueles que apresentarem dificuldades, qualquer que seja a sua natureza.

Após cada Conselho de Classe, todos os alunos e/ ou pais devem, em reunião pedagógica, ser por este participado do desenvolvimento de sua aprendizagem ou de seus filhos, assim como ouvidos sobre as estratégias e medidas a serem tomadas, visando ao seu aprimoramento.

Os Conselhos de Classe e as reuniões pedagógicas, com a participação dos pais, dos professores e dos alunos, são consideradas como atividades de efetivo trabalho escolar, integrantes dos dias letivos constantes do calendário escolar.

As decisões do Conselho de Classe são soberanas e só podem ser revisadas e/ou modificadas por ele mesmo, mediante recurso interposto pelo interessado ou por seu representante legal, no prazo estabelecido no regimento escolar, que não pode ser inferior a 5 (cinco) dias, ficando toda e qualquer ingerência ou interferência em sua autonomia e soberania.

Ao final de cada bimestre letivo, o Conselho de Classe realizará amplo debate sobre o processo pedagógico, o ensino ministrado, a aprendizagem, o plantão de dúvidas, a avaliação dessa e a recuperação paralela e contínua, desenvolvidos ao longo de seu curso, promovendo as mudanças e adaptações que se fizerem necessários, com vistas ao seu aprimoramento, durante o bimestre seguinte.

Ao término do segundo bimestre letivo, o Conselho de Classe deve realizar análise global sobre o desenvolvimento de cada aluno, ao longo de seu curso, tendo como parâmetro os aspectos já elencados anteriormente, com a finalidade de avaliar a eficácia das estratégias aplicadas durante o ano letivo.

Como o processo de aprendizagem tem por objetivo contribuir para o pleno desenvolvimento do aluno, é vedada sua dispensa, pelo Conselho de Classe, da análise global, quaisquer que sejam as notas ou conceitos por ele obtidos, ao longo do semestre letivo.
A conclusão do Conselho de Classe, por qualquer uma das alternativas possíveis, necessariamente, será circunstanciada, motivada e anotada, em seu inteiro teor, em ata própria, na ficha individual do aluno e de forma sintética, no histórico e nos diários de classe.
As reuniões do Conselho de Classe serão devidamente registradas, em documento próprio, por turno, por secretário designado para isso, dando-se ciência de seu inteiro teor a todos os interessados, no prazo de 5 (cinco) dias contados a partir de sua realização.
Através do Conselho de Classe pode-se mudar ou confirmar o planejamento global da escola, os planos de curso, o direcionamento do processo didático-pedagógico do professor e, principalmente, avaliar dados concretos do aluno, em face de seu crescimento, envolvendo vários aspectos inerentes ao seu processo de aprendizagem

Durante o Conselho de Classe o professor poderá fazer uma reflexão sobre o seu trabalho, pois, ao ouvir o colega, os alunos e pais avaliando o resultado das turmas com as quais trabalha, percebe as várias formas de intervenção pedagógica, podendo, se for o caso, mudar o seu procedimento com determinada turma ou aluno.

Avalia-se, também, no Conselho de Classe as resoluções tomadas pela equipe anteriormente; se as soluções propostas tiveram bom êxito ou se há necessidade de retomar o problema estudado.

Os participantes do Conselho devem estabelecer previamente critérios que venham atender às atribuições previstas no regimento escolar, cabendo à coordenação pedagógica e ao diretor, em estreita colaboração, elaborar a dinâmica do Conselho de Classe, conforme a sua especificidade, levando a pauta em aberto, de forma democrática.

 

Objetivos do Conselho de Classe

 

O objetivo geral do Conselho de Classe é a melhoria qualitativa e quantitativa do processo ensino-aprendizagem, através de discussões e reflexões pela equipe da escola.

O Conselho de Classe pode-se fundamentar, ainda, nos seguintes objetivos:

 
• reavaliar a proposta pedagógica da escola;
• avaliar o aluno nos aspectos cognitivo, sócio-afetivo e psicomotor;
• avaliar permanentemente o processo educativo, buscando atingir os objetivos propostos no Plano Curricular;
• estabelecer critérios para os trabalhos de avaliação e recuperação;
• elaborar instrumentos de avaliação;
• analisar especificamente as causas do baixo e alto rendimento do aluno e da turma, levando em conta os fatores sócio-econômicos, ambientais, familiares e pedagógicos;
• discutir medidas a serem tomadas para a solução dos problemas;
• analisar, discutir e propor soluções para os alunos que são infrequentes
• coletar e utilizar informações sobre as necessidades, interesses e aptidões dos alunos.
• sensibilizar o professor sobre a importância da auto-avaliação contínua do seu trabalho, visando o replanejamento e aperfeiçoamento do mesmo.
• confrontar o relacionamento da classe com os diferentes professores.
 
Componentes que fazem parte do Conselho de Classe
• diretor da escola;
• coordenadores técnicos pedagógicos
• pais de alunos
• secretário geral;
• professores da turma;
• alunos das turmas
 
Atribuições dos componentes do Conselho de Classe
 
Diretor:
- convocar, abrir, presidir e encerrar a reunião do Conselho de Classe;
- emitir normas gerais;
- participar do planejamento para realização do Conselho de Classe;
- orientar as decisões, principalmente quanto ao aspecto administrativo;
- apoiar e colaborar nas decisões tomadas no Conselho de Classe;
- zelar pelo cumprimento das decisões do Conselho de Classe.
 
Coordenador Técnico Pedagógico:
 
- planejar e coordenar as reuniões do Conselho de Classe;
- sugerir estratégias que dinamizem o processo de avaliação e recuperação;
- oferecer informações que possam contribuir para a tomada de decisões
- assessorar pedagogicamente os professores quando necessário;
- apoiar e acatar as decisões do Conselho de Classe;
- assumir a presidência do Conselho de Classe na falta ou impedimento do Diretor.
- participar do planejamento;
- fornecer informações sobre a turma quanto ao comportamento, através de instrumento de avaliação;
 
O Coordenador Técnico Pedagógico é fundamental para a realização de um bom e produtivo Conselho.

Seu papel é participar, auxiliar e subsidiar o Diretor da Escola (que preside a reunião) na preparação e encaminhamento da reunião: pauta, fichas individuais dos alunos, legislação (especialmente o Regimento Escolar e Plano de Gestão) documentos e registros de notas e faltas, diários de classe, registros da recuperação paralela e contínua, registros de Projeto Político Pedagógico, compensação de ausência e outros documentos que considerem necessário.

 

Secretário Geral:

- prestar informações para a elaboração de quadros estatísticos do rendimento escolar do aluno;
- fornecer dados quanto ao aspecto legal da vida escolar do aluno;
- fornecer dados quanto ao registro de avaliação quantitativa do aluno;
- acatar as decisões do Conselho de Classe;
- secretariar a reunião do Conselho de Classe;
- registrar em atas as decisões tomadas no Conselho de Classe;
- organizar e arquivar toda documentação utilizada na reunião.
 
Professores da Turma
- fornecer informações que possibilitem maior conhecimento das condições dos alunos, considerando:
- seus aspectos sócio-econômico, intelectual, ambiental, emocional...
- suas possibilidades;
- seu crescimento global.
- relatar experiências que enriqueçam o trabalho dos outros professores;
- apresentar todos os registros disponíveis de avaliação das áreas de estudo e disciplinas;
- apresentar informações sobre o desempenho de cada aluno;
- avaliar o aluno, não apenas em relação a conhecimentos, como também a hábitos, atitudes e habilidades;
- auxiliar o coordenador na preparação do material a ser utilizado;
- acatar e divulgar as decisões do Conselho de Classe aos alunos.
 
Alunos Representantes de Turma:
- apresentar as dificuldades e sugestões para o desenvolvimento da turma;
- anotar e transmitir a seus colegas as sugestões para o desenvolvimento da turma.
 
Professor Orientador ou Conselheiro de Turma
- dialogar com a classe sobre dificuldades de ordem pedagógica e disciplinar;
- entrosar-se com os professores da turma e o coordenador pedagógico, para examinar as dificuldades da classe;
- orientar os alunos representantes de turma;
- prestar informações sobre a turma;
- acatar as decisões do Conselho de Classe;
- comunicar à turma, juntamente com o representante de turma, as decisões tomadas pelo Conselho de Classe.
 

Pais de alunos:

- Dar sugestões, acompanhar e tomar conhecimento de como se processa o ensino – aprendizagem;
- Conscientizar sobre a importância da orientação familiar quanto a estipular horário de estudos para os filhos e ajudá-los nas dificuldades encontradas.
 
Fases do Conselho de Classe:
 

• A Preparação consta de:

- planejamento do Conselho de Classe;
- levantamento de dados sobre a turma e o aluno;
- preparação de instrumentos para a realização da reunião do Conselho de Classe, de acordo com objetivos propostos para cada Conselho.
 
• Na Execução são analisados os seguintes aspectos:
- aproveitamento global das turmas, verificando as causas do alto e do baixo rendimento de aprendizagem;
- a metodologia e os critérios de avaliação adotados pelos professores;
- proposição de estratégias de recuperação ou de atendimento às necessidades individuais.
 
• O Acompanhamento e Controle deverão ser feitos constantemente, com base nos resultados da análise do bimestre, visando oferecer diretrizes para o bimestre seguinte através de:
- reuniões com o Diretor;
- contatos com os coordenadores pedagógico e professores;
- entrevistas e acompanhamento de alunos individualmente e/ou em grupo;
- entrevistas com pais;
- conscientização dos pais de alunos menores sobre a situação escolar dos alunos e a colaboração dos mesmos na busca de soluções;
- cumprimento das decisões tomadas nas reuniões.
 
• A Avaliação do Conselho de Classe deverá acontecer em todas as fases: preparação, execução e acompanhamento. Para avaliar cada bimestre deve-se fazer:
- análise dos instrumentos utilizados durante o Conselho;
- comparação dos resultados obtidos.
 
Instrumentos:
Para todas as reuniões do Conselho de Classe, são necessários instrumentos que facilitem a sua realização, elaborados pelos membros participantes da mesma.
São apresentados alguns instrumentos, tais como, gráficos de aproveitamento, fichas de avaliação, agenda, etc.
 
Sugestão de Cronograma para o Conselho de Classe:
 
1. Abertura da reunião;
2. Reflexão através de um texto;
3. Descrição das funções de cada membro do Conselho de Classe;
4. Apresentação da pauta da reunião;
5. Fala dos alunos representantes de turma (reflexão sobre atuação em sala de aula: clima de trabalho, reações, qualidade de aproveitamento);
6. Fala dos pais;
7. Análise dos depoimentos apresentados pelos alunos;
8. Sugestões de medidas a serem tomadas;
9. Avaliação global da turma e individual;
10. Apresentação de gráfico do rendimento escolar, por turma e disciplina;
11. Discussão de medidas para tomada de decisão em relação aos problemas de cada turma ou aluno;
12. Avaliação dos alunos que apresentam dificuldades de qualquer natureza;
13. Estabelecimento de plano de ação para a tomada de decisão;
14. Debate sobre o Processo pedagógico;
15. Autoavaliação pelos professores;
16. Leitura, aprovação e assinatura da ata;
17. Encerramento da reunião.